Sexta, 26 de Fevereiro de 2021 15:21
(82) 9 9820-6633
Política Caindo na pesquisa

Aprovação de Bolsonaro cai para 27%, mostra pesquisa

De acordo com o gráfico mostrado no relatório, em janeiro de 2019, 50% dos entrevistados haviam avaliado o governo Bolsonaro como ótimo, enquanto 22% o consideravam ruim/péssimo. Após um ano, esses números se inverteram.

22/01/2021 14h32
Por: Portal Noticiasdasuacidade.com Fonte: Terra
Aprovação de Bolsonaro cai para 27%, mostra pesquisa

A aprovação do presidente Jair Bolsonaro caiu para 27%, de acordo com uma pesquisa realizada pela revista Exame e divulgada nesta sexta-feira (22). A pesquisa também aponta que 45% dos entrevistados condenam a maneira com que Bolsonaro está lidando com a presidência. 

O relatório traz informações sobre a opinião dos entrevistados tanto sobre o governo de Jair Bolsonaro, quanto a situação do Estado do Amazonas em relação a pandemia e também sobre as vacinas aprovadas pela Anvisa. 

A queda

De acordo com o gráfico mostrado no relatório, em janeiro de 2019, 50% dos entrevistados haviam avaliado o governo Bolsonaro como ótimo, enquanto 22% o consideravam ruim/péssimo. Após um ano, esses números se inverteram.

Atualmente, 45% dos entrevistados consideram o governo como ruim/péssimo e 27%, como ótimo/bom. Segundo o relatório, o período que maior rejeição ao governo foi em junho de 2020, com 50% de rejeição, quando o país enfrentava o pico da pandemia do coronavírus. 

A pesquisa também trouxe dados sobre a atuação do ministro da Saúde, o general Pazuello. De acordo com o relatório, 31% dos entrevistados avaliaram o trabalho de Pazuello como regular. 

Segundo o fundador do IDEIA (instituto especializado em opinião pública), Maurício Moura, a queda da popularidade do governo Bolsonaro ocorreu essencialmente entre jovens, de 18 a 24 anos, no Norte, Nordeste e em todas as faixas de renda. “A dinâmica do vírus, a incerteza sobre a vacinação, os desencontros de comunicação do Ministério da Saúde e a percepção real do fim do auxílio emergencial de renda foram uma combinação amplamente negativa”, afirmou Moura.

Pandemia em Manaus

Dos entrevistados pela Exame, 33% acreditam que o principal responsável pelo agravamento da pandemia no município de Manaus, no Amazonas, é a própria população e 49% acreditam que a situação no município tende a melhorar nas próximas semanas. 

O relatório também apontou que 60% acreditam que a situação de Manaus pode afetar negativamente a popularidade de Jair Bolsonaro. 

Vacina

Segundo Maurício Moura, os dados sobre as vacinas mostram a visão mais pragmática e menos política da população sobre o tema. Também aponta que o governo federal,
nas figuras no ministro da Saúde e do presidente, foi coadjuvante na aprovação de ambas as vacinas. 

De acordo com a pesquisa, 32% dos entrevistados atribuem o mérito da aprovação das vacinas à comunidade científica, 8% ao governador do Estado de São Paulo, João Dória e 3% ao presidente Jair Bolsonaro.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
A Política do Dia a Dia Por Cláudio Roberto
Sobre A Política do Dia a Dia Por Cláudio Roberto
Arapiraca - AL
Atualizado às 15h02 - Fonte: Climatempo
35°
Poucas nuvens

Mín. 22° Máx. 37°

37° Sensação
3 km/h Vento
40% Umidade do ar
67% (3mm) Chance de chuva
Amanhã (27/02)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 35°

Sol e Chuva
Domingo (28/02)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 37°

Sol e Chuva
Ele1 - Criar site de notícias