Terça, 07 de Dezembro de 2021
31°

Poucas nuvens

Arapiraca - AL

Senado Federal Senado Federal

Lasier critica reação de Marcos Pontes após cortes na ciência e tecnologia

Em pronunciamento nesta quinta-feira (21), o senador Lasier Martins (Podemos-RS) criticou a reação do ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pont...

21/10/2021 às 18h00
Por: Portal Noticiasdasuacidade.com Fonte: Agência Senado
Compartilhe:
Waldemir Barreto/Agência Senado
Waldemir Barreto/Agência Senado

Em pronunciamento nesta quinta-feira (21), o senador Lasier Martins (Podemos-RS) criticou a reação do ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, diante do corte de R$ 600 milhões no orçamento da pasta. O senador lembrou que, de acordo com reportagem desta semana da revista Veja, o ministro disse ter ficado "chateado" com a decisão do governo.

Para Lasier Martins, a reação do ministro chama ainda mais atenção, porque, desde que tomou posse, Marcos Pontes teria realizado 107 viagens a serviço, 20 das quais para o exterior. O total gasto por Marcos Pontes em diárias e passagens teria alcançado a cifra de R$ 500 mil, segundo o senador, sem que qualquer retorno para o país fosse anunciado.

— É lastimável verificar essa total insensibilidade para um gasto público essencial para a construção de um país. E a esta altura, o que fazer? Parece restar-nos apenas fazermos um lamentável e obsequioso silêncio, além do nosso veemente protesto — declarou o parlamentar.

Lasier Martins afirmou que o corte praticamente inviabiliza as ações desse ministério e gera consequências dramáticas para as pesquisas científicas no país, como a chamada "fuga de cérebros" — o que, de acordo com ele, já vem acontecendo.

O senador citou o caso do Instituto do Cérebro do Rio Grande do Sul (Incer), que, ressaltou ele, é uma referência em pesquisa por imagens de doenças neurológicas e cognitivas. Lasier disse que jovens talentos que atuam no Incer, diante da falta de recursos para o financiamento de pesquisas (recursos que têm origem em órgãos do governo federal ligados à ciência e tecnologia), têm optado por atuar no exterior.

— Entre as várias contribuições desse instituto está a compreensão de processos da memória, com estudos sobre psicologia, neuroquímica e farmacologia. Desprezar méritos como esses acaba abalando a verdadeira independência social e econômica do país e conspirando contra o futuro tecnológico da nação — lamentou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias