Quinta, 21 de Outubro de 2021
26°

Poucas nuvens

Arapiraca - AL

Celebridades e Entretenimento Desaparecido

Primo de MC Gui desaparece misteriosamente e família suspeita de sequestro

De acordo com informações da Record, o empresário sumiu na segunda quarta-feira (15) de setembro e foi visto pela última vez na tabacaria que tem na zona Leste de São Paulo.

22/09/2021 às 13h56
Por: Portal Noticiasdasuacidade.com Fonte: RD1
Compartilhe:
Mesmo sem saber, MC Gui está enfrentando mais um drama familiar (Imagem: Reprodução / PlayPlus)
Mesmo sem saber, MC Gui está enfrentando mais um drama familiar (Imagem: Reprodução / PlayPlus)

MC Gui já passou por uma tragédia familiar pesada, quando perdeu o irmão, e ao que tudo indica terá que enfrentar uma barra assim que deixar A Fazenda 2021. Renê Casagrande, que é seu primo de segundo grau, desapareceu misteriosamente e sua família suspeita de sequestro.

 

De acordo com informações da Record, o empresário sumiu na segunda quarta-feira (15) de setembro e foi visto pela última vez na tabacaria que tem na zona Leste de São Paulo.

 

O carro de Renê foi localizado numa rua que é conhecida pelo descarte irregular de lixo, que é bem longe do centro de Itaquaquecetuba. O Balanço Geral SP afirmou que o automóvel foi encontrado com as portas abertas, bancos rasgados, com o saquinho de correntes de ouro violado, com os documentos preservados e sem nenhum vestígio de sangue.

 

A família suspeita que o primo — bem próximo — de MC Gui foi sequestrado, mas a polícia não descarta nenhuma hipótese, como as de briga de trânsito, conflito com algum dos seus clientes e a famosa quadrilha do PIX, que rouba celulares buscando subtrair grandes quantias de dinheiro.

 

Em 2014, o funkeiro já tinha lidado com a morte de Gustavo, seu irmão e um laudo apontou, de acordo com o G1, que ele veio à óbito por causa de uma overdose de cocaína.

 

Em entrevista ao Fantástico, a mãe de Gui demonstrou surpresa ao descobrir o hábito secreto do filho: “Eu já vi ele usando maconha. Só que eu brigava com ele e ele me obedecia. Tipo, ele jogava fora”.

 

“Chegava em casa meio alterado. Estava meio agressivo nas palavras. O pai já chegou até falar pra ele: ‘Se eu descobrir que você tá usando droga, se eu pegar, Gustavo, eu vou te amarrar dentro de casa’. Ele chegou a comprar uma corrente e falou que ia amarrar”, continuou a matriarca da família, na ocasião, expondo o que mudou no comportamento de Gustavo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias