Complexo Multidisciplinar Tercizo Freire
Dengue
Comunicado

Bispo Diocesano de Penedo proíbe qualquer contato físico durante celebrações litúrgicas

Medidas são preventivas para conter o avanço do Coronavírus

17/03/2020 10h06
Por: Portal Noticiasdasuacidade.com
Fonte: Assessoria
132
 Bispo Diocesano de Penedo proíbe qualquer contato físico durante celebrações litúrgicas Reprodução
Bispo Diocesano de Penedo proíbe qualquer contato físico durante celebrações litúrgicas Reprodução

A Diocese de Penedo divulgou nesta terça-feira (17) uma carta contendo orientações pastorais como modo de prevenção para conter o avanço do coronavírus  durante as missas e outros eventos litúrgicos.

Na carta, estão proibidos apertos de mão, abraços e beijos, evitando todo contato físico.

A diocese também suspendeu temporariamente procissões, vias-sacras e o mutirão de confissões.

O bispo diocesano Dom Valério Breda orienta que as celebrações das missas aconteçam preferivelmente ao ar livre, convidando o povo a se distribuir e a não se aglomerar;

Na carta há também orientação para que idosos e pessoas enfermas assistam às missas por meio dos canais de televisão e redes sociais. Esses grupos de pessoas também estão desobrigados da participação nas celebrações litúrgicas de preceito.

Veja a carta na íntegra :

DIOCESE DE PENEDO - ALAGOASB100 

O Bispo Diocesano

 

CARTA DO BISPO DIOCESANO

COM ORIENTAÇÕES PASTORAIS SOBRE O CORONAVIRUS (COVID-19)

 

 

Caríssimos Presbíteros, Diáconos, Consagrados, Consagradas e Fieis leigos e leigas, Irmãos e Irmãs: a paz do Senhor esteja convosco!

 

As notícias sobre a difusão do virus Covid-19 (Coronavirus) deixam-nos todos preocupados. Estas horas, contudo, são decisivas para contrastar em tempo a difusão do virus. É melhor prevenir do que remediar.

Por isso envio a todos vocês, meus Irmãos e Irmãs, uma mensagem de esperança e de compromisso.

Todos somos chamados a colaborar através do nosso comportamento responsável, que exigirá a obediência às orientações que estão sendo tomadas pelas autoridades competentes. É nossa contribuição de cidadãos, que zelam pelo bem de todos.

Como cristãos, sob a guia de nossos sacerdotes, queremos responder, mantendo viva a nossa fé em Deus, nosso Pai, e em Jesus, nosso Salvador, que deu sua vida para salvar nossa vida, confiantes no Espírito Santo, que é Senhor, que dá a vida.

 

Como irmão na fé, deixo-vos algumas orientações, que considero oportunas.

 

ORIENTAÇÕES PRÁTICAS VINCULANTES

 

  1. Todos acolham e obedeçam às determinações das autoridades públicas e da área da saúde e coloquem-nas em prática, por exemplo: lavar sempre as mãos, utilizar álcool em gel ou detergentes ou sabão, fazer uso de máscaras segundo a necessidade, evitar aglomerações, etc;
  2. As igrejas sejam mantidas abertas e arejadas, sobretudo durante as celebrações litúrgicas. As igrejas paroquiais fiquem abertas para livre adoração do Santíssimo Sacramento exposto;
  3. As celebrações das missas aconteçam preferivelmente ao ar livre, convidando o povo a se distribuir e a não se aglomerar;
  4. Nas entradas das igrejas, seja colocado à disposição de todos o álcool em gel para higienização;
  5. Nas celebrações litúrgicas e reuniões, ficam proibidos apertos de mão, abraços e beijos, evitando todo contato físico. Nas confissões se mantenha uma distância mínima de 1,20m entre o confessor e o penitente. Observe-se a mesma distância nas secretarias paroquiais;
  6. Fica suspenso o mutirão de Confissões, mantendo-se o atendimento pastoral nas Paróquias, como de costume;
  7. Idosos e pessoas enfermas são desobrigados da participação nas celebrações litúrgicas de preceito. Mas utilizem as transmissões televisivas e as redes sociais.
  8. Ministros da visitação, ministros extraordinários da comunhão eucarística, Diáconos e Padres, obedecendo às orientações gerais de prevenção higiênica, inclusive usando máscaras cirúrgicas, cuidem da assistência religiosa aos doentes;
  9. Nas famílias seja rezado o Terço em honra de Nossa Senhora e o Ofício de Nossa Senhora;
  10. Administre-se a comunhão eucarística na mão, com prévia e imediata, higienização das mãos com álcool em gel;
  11. Ficam suspensas as procissões e as vias-sacras;
  12. Ficam suspensos os encontros pastorais e catequéticos, de crianças e adultos.
  13. Nos Ritos da Semana Santa, omita-se o Rito do Lava-Pés; omita-se também, na adoração da Cruz, o beijo na imagem do Cristo crucificado, substituindo-o pela apresentação solene da Cruz, que a assembleia litúrgica será convidada a adorar por uma genuflexão ou uma profunda reverência; proceda-se da mesma forma em relação às imagens de Cristo (Senhor dos Passos, Senhor Morto) e de Nossa Senhora das Dores.

 

Lembro-vos o célebre grito de “batalha” e de fé de São João Paulo II: “Abri, antes escancarai as portas a Cristo!”.

Sim! Esta é a hora que nos pede um coração aberto à confiança: nosso Senhor Jesus Cristo conhece o que se passa na vida dos homens. Precisamos dEle para enfrentar e vencer os desafios da hora presente. Neste tempo quaresmal, com mais intensidade nossa oração chegue ao coração de Deus. Nossa participação à Santa Eucaristia, nossos atos penitenciais, inclusive através do Sacramento da Confissão, nos aproximem mais e mais de Deus e da Santa Igreja, que é Mãe nas horas difíceis da vida. Levantemos confiantes nosso olhar para a Santa Cruz do Senhor e depositemos nossas angústias no Coração Imaculado de Maria.

Nossos Padres manterão abertas as portas das igrejas, para que nelas possamos entrar, participar no Santo Sacrifício da Missa, nos reconciliar com Deus, e haurir aos tesouros de graça divina, que jorram do Coração transpassado de Cristo.

Do mesmo modo, nossas casas poderão se tornar casas da Oração, casas da Palavra de Deus, Casas de mais intensa vida cristã, Casas de caridade praticada.

O coronavirus não nos vencerá: não colocará em crise nossa fé e nossos laços fraternos, nossos serviços de caridade, nossas orações comunitárias, nosso compromisso de caridade fraterna em favor dos pobres, dos idosos, dos fragilizados e doentes, dos abandonados.

Acompanhemos com nossa oração as pessoas que trabalham nos hospitais e nas estruturas de saúde pública. Rezemos também por nossos Padres, Diáconos, Consagrados, Consagradas e Fieis leigos e leigas, que deverão se doar de corpo e alma a serviço dos irmãos durante este tempo de crise e perigo. O Santo Padre encoraja a todos os pastores para que “acompanhem o povo de Deus: que o Senhor dê [a eles] a força e a capacidade de escolher os meios melhores para ajudar” (Missa em Santa Marta, 13 de março de 2020).

 

Esta é a nossa fé: Deus é o Senhor também da natureza. E se as forças da natureza se revoltam, hostis, contra o homem, podem ser corrigidas e revertidas pela intervenção extraordinária de Deus, que se deixa enternecer pela oração do povo fiel.

Nesta hora, pedimos a intercessão da Santa Virgem Maria e do glorioso Patriarca São José, para que todos sejam preservados.

“Ó Mãe do Santo Rosário, nossa Padroeira: mostrai-vos que sois nossa Mãe e Mãe da esperança. Junto com vosso Esposo, São José, pedimos-Vos que tomeis conta de nossas crianças, de nossos idosos, dos doentes, dos pobres e abandonados e de quem, nesta hora difícil, è chamado a tomar decisões não sempre fáceis.

Vossa oração, ó Mãe santíssima, sustente nossas orações e as de todos os vossos Devotos. Apresentai-as ao Vosso Filho, pois também nós somos vossos filhos, os Filhos da terra da Santa Cruz.

Penedo, 15 de março de 2020 – Terceiro Domingo da Quaresma.

 
   

Dom Valério Breda, SDB

 

 
   

 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Arapiraca - AL
Atualizado às 13h01
33°
Muitas nuvens Máxima: 34° - Mínima: 22°
36°

Sensação

22.7 km/h

Vento

49.2%

Umidade

Fonte: Climatempo
Banner seção política Esperança Para a Família
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas